Arquivo da categoria ‘Discipulado Sem Fronteiras’


Atenção Família JORAE… Hoje estamos terminando o módulo Oração no Discipulado Sem Fronteiras. Graças a Deus com muito sacrifício até aqui nos ajudou o Senhor, e por isto estamos alegres! Não existe melhor do que concluir com a oração do Pai nosso. Então, fique ligado.

Obs.: Na sexta que vem estaremos dando início a mais um módulo que tem grande relação com o JORAE

30) Oração de Jesus

Jesus não ensinou “o que orar”, mas “como orar”, proibindo de repetir a mesma oração (nos evangelhos, são semelhantes):

INDICA:

a) Filiação Divina – Pai-Nosso (Is. 63:16; Gl. 4:4-7; Hb. 12:8; Jo. 16:27)

b) Exaltar nome de Deus – Santificado teu nome e não o nome de pessoas como se fossem santos (Ne. 9:5; Sl. 71:22; Sl. 113:2-3; Rm. 8:29)

c) Estabelecimento Real – Venha Reino (Sl. 145:11-13; Mt. 6:33; Hb. 12:28; Mt. 6:10; 1 Jo. 3:2-3)

d) Submissão – Tua vontade na terra e no céu (Mt. 6:10; At. 13:22; 1 Jo. 2:17; Ef. 1:4-5; Sl. 40:8; Rm. 8:26-27)

e) Provisão – Pão cada dia hoje (Fp. 4:19; Ex. 23:25; Mt. 6:25,26,31; Sl. 127:2; 2 Co. 9:10)

f) Perdão Pessoal – Perdoa nossas dívidas (Mt. 6:12; Sl. 139:23-24; Rm. 4:7-8)

g) Perdão aos outros – Assim como perdoamos os ofensores (Mt. 6:12; Cl. 3:13; Mc. 12:31)

h) Proteção – Não deixes cair em tentação (1 Co. 10:13; Tg. 1:12)

i) Libertação – Livra do mal (Gl. 1:4-5; Sl. 18:2)

j) Exaltação – Teu Reino, glória e poder (Sl. 57:5; 34:3; Is. 25:1)

É isso aí galera… Enfim, terminamos o primeiro módulo do Discipulado. Espero que tenha ajudado vocês um pouco sobre o estudo da Oração!! Em breve, estarei disponibilizando os slides que preparei para ministrar as aulas da Escola Bílbica Dominical (EBD) na Igreja de Cristo sobre Oração.

Deus abençoe a vida de cada um.

Por Marcus Queiroz (Líder e Presidente JORAE)


Grande Família JORAE… Atualmente estou dando aulas sobre Oração na Escola Bíblica Dominical (EBD) da minha igreja e lembrei de um grande discipulado, chamado Discipulado Sem Fronteiras, que estava acontecendo no Blog JORAE e resolvi resgatá-lo. Só para vocês terem idéia já estamos na 13ª aula, mas não se preocupem pois estarei colocando os links das aulas anteriores. Aproveitem…

27) Considerações sobre Oração

a) Em nome de Jesus (Jo. 16:23-26)

b) Primeira oração Bíblica (Gn. 4:26)

c) Deus ouve as orações (Sl. 65:2)

d) Espírito Santo ajuda (Rm. 8:26)

e) Temos ajuda de Jesus (Rm. 8:34)

f) Nossas orações chegam aos céus (Ap. 5:8)

g) Orações sobrem para Deus como incenso (Ap. 8:34)

h) Temos obrigação de orar (1 Cr. 16:11; Mc. 13:33)

i) Temo que orar em todo o tempo (Ef. 6:18; 1 Ts. 5:17)

j) Devemos orar toda no Espírito (Ef. 6:18)

k) Resposta é prometida (Is. 58:9; Lc. 11:9)

l) Brevidade na oração (Ec. 5:2; Mt. 6:7)

28) Resultados práticos da oração

Conforme (Fp. 4:6-7; Mt. 7:7-8; Tg. 5:16; Tg. 4:2-3; 1Pe. 3:7; Pv. 28:9)

a) Resultados Psicológicos (Paz de espírito e tranquilidade)

b) Resultados Espirituais (Maior sentido de/da vida)

c) Resultados Concretos (Atendimento real do pedido feito)

29) Soberania de Deus na resposta às orações:

“Bendito seja Deus que não me respondeu”. Deus conhece tudo (Mt. 6:8), mas podemos pedir errado (Tg. 4:3; Rm. 8:26). Se tivermos intenções egoístas, Deus pode dizer não!

a) Quando Deus diz sim (Gn. 25:21; Ex. 2:23-25; Jz. 13:8-9; 2 Rs. 20:5; Lc. 1:13; At. 10:4)

b) Quando Deus diz não (Dt. 3:23-27; 2 Sm. 12:15-20; 2 Co. 12:7-9)

c) Interceda pelo Reino; peça seu mover para: Restaurar, interceder e coopere.

” E oramos para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a obra, e crescendo no conhecimento de Deus” (Colossenses 1:10)

Deus nos abençoe,

Por Marcus Queiroz (Líder e Presidente JORAE)

Abaixo estão os links das aulas anteriores da matéria “Princípio Bíblico da Oração”

Aula 1 (Clique Aqui)

Aula 2 (Clique Aqui)

Aula 3 (Clique Aqui)

Aula 4 (Clique Aqui)

Aula 5 (Clique Aqui)

Aula 6 (Clique Aqui)

Aula 7 (Clique Aqui)

Aula 8 (Clique Aqui)

Aula 9 (Clique Aqui)

Aula 10 (Clique Aqui)

Aula 11 (Clique Aqui)

Aula 12 (Clique Aqui)


24) Tipos de orações que a igreja não deve fazer

a) Sem fé (Invalida a Palavra de Deus – Tg 1:6)

b) Sem humildade (revolta, afronta, desprezando a vontade de Deus, insultando-o e cego a mente do crente, não discernindo o mal – Mt 6:10; Rm 8:28)

c) Oração sem reverência (afasta a presença de Deus)

d) Oração sem temor (falta a unção do Espírito Santo)

25) O que acontece quando a igreja não ora

* O povo de Deus enfrenta seca (Mt 6:11)

* Muitos morrem prematuramente (2 Cr 16:12, 13)

* A obra de Deus sofre e se debilita (2 Cr 7:14)

* A salvação das almas pode ser reduzida e as prioridades da igreja mudam.

26) O que aconteceu quando a igreja primitiva orou

a) Aconteceu grande movimento (At 4:31) – Na casa, moveu-se o lugar; nos corações dos crentes foram cheios do Espírito Santo e na cidade, anunciavam com ousadia a Palavra de Deus;

b) Aconteceu um grande livramento (At 12:5-17) – A oração atraiu anjos, a oração imobilizou e cegou os guardas da prisão e abriu as portas do cárcere;

c) Aconteceu um avivamento missionário – Eles serviam, jejuavam e oravam; o Senhor levantou os primeiros missionários e a Obra missionária nunca mais terminou.

Por Marcus Queiroz (Líder  Presidente Jorae)


22) Tipos de Oração

Oração de Arrependimento (Confissão ou Contrição) – 2 Cr. 6:27; 1 Jo. 1:9; At. 11:18; Jó 42:6; Ez. 18:32; Mt. 4:17; Lc. 13:3, 15:7

Oração da Fé por si mesmo (Petição) – Pedir algo a Deus, com súplica, por nós mesmos (oração pessoal) – Mc. 11:24; Tg. 4:3; 1 Tm. 2:1; Lc. 11:9; Jo. 15:7; Fp. 4:6

Oração de Ação de graças (Agradecimento) – Cl. 3:15; Cl. 4:2; 1 Tm. 2:1-2, 4:3-4; Ef. 5:20; Fp. 4:6; 2Ts. 1:3; Ap. 7:12

Oração de Louvor (Pelo que Deus fez, faz e fará) – Sl. 11:4; Sl. 150:2-6; Sl. 67:3; Hb. 13:15; At. 2:47; Ap. 5:12, 19:5

Oração de Adoração (Pelo que Deus é) – Sl. 29:2; Ap. 7:11-12; Jo. 4:24; Sl. 89:9; Sl. 93 (todo)

Oração de Consagração/dedicação – Onde declaramo-nos separados e entregues à vontade divina – Lc. 22:42; At. 4:29, 13:2; Mt. 6:9-13

Oração no Espírito – 1 Co. 14:2-4, 14

Oração de Intercessão – Sobre alguém ou algum assunto – 2 Rs. 24:2; Jr. 25:4; Rm. 8:26-27

Oração de Concordância – Ou mais reunidos – Mt. 18:18

Oração de Entrega de Problemas – Depositar e esquecer o problema aos pés de Jesus; A Oração por outras pessoas também depende da fé delas – Lc. 23:46; At. 4:34; 1 Pe. 5:7

Oração Perdoadora – Mt. 6:14, 15

23) Modo de Orar

Individual Secreta – Mt. 6:6

Individual Não Secreta – At. 9:11

Pública – Lc. 3:21 – Podendo ser:

– Em grupo (At. 16:26)

– Coletiva (At. 2:42) – Vantagens da Oração Coletiva

– Fortalece união do povo de Deus, multiplica a fé e tem garantia de resposta (Mt. 21:22)

Conhecendo e Crescendo na Palavra de Deus.

Deus te abençoe,

Por Marcus Queiroz (Líder e Presidente Jorae)


Antes de começar mais uma aula do Discipulado Sem Fronteiras, quero pedir desculpas a todos que acompanham este projeto por sexta passada não ter postado a aula de número 10 (será postada hoje!). Houve alguns imprevisto e não postamos nada neste dia, mas estamos retornando com força total!! Vamos lá…

19) Condições para orar

a) Humildade (Sl. 101:18; Tg. 4:6; Ec. 35:21; Sl. 50:12)

b) Sinderidade (Jr. 29:13)

c) Fé (Mc. 11:24)

d) Justiça (Tg. 5:16)

e) Obediência (1 Jo. 3:22)

f) Confiança (Tg. 1:6; Sl. 5:12; Sl. 33:23; Sl. 90:14; Ec. 2:11; Sl. 30:1; Sl. 83:13; Sl. 31:10; Hb. 4:16; Tg. 1: 5-8)

g) Perseverança (Lc. 18:1; Lc. 21:36; Ec. 18:2; Cl. 4:2; 1 Tm. 2:8)

h) Contrição (2 Cr. 7:14)

20) Postura ao orar

a) Em pé (1 Rs. 88:22; Lc. 18:11)

b) Assentado (At. 2:2)

c) Ajoelhado (Dn. 6:10; Lc. 22:41; Sl. 95:6; Rm. 14:11; At. 21:5)

d) Deitado (Is. 38:2; Sl. 4:4; Sl. 16:6)

e) Prostrado (Mt. 26:39; Js. 5:14)

f) Inclinado (Ex. 4:31; 12:27; 34:8; 1 Rs. 18:42)

g) Erguendo as mãos (Sl. 134:2; Sl. 63:4; 1 Tm. 2:1-8)

21) Período da oração

a) Pela manhã (Mc. 1:35; Dn. 6:10; Sl. 55:17)

b) À tarde (Dn. 6:10; At. 3:1; Sl. 55:17)

c) À noite (Lc. 6:12; Dn 6:10; Sl. 55:17)

Como vocês podem observar, todos os princípios colocados acima não estão restritos a doutrinas ou rituais impostos por muitos líderes espirituais, mas estão todos de acordo com a Palavra de Deus, o manual que Deus deixou para nós!

Deus te abençoe,

Por Marcus Queiroz (Líder e Presidente Jorae)


17) Perigo existente nas orações modernas (O problema atual em muitas igrejas)

Infelizmente, a oração em muitas igrejas tem sido apenas palavras repetidas sem amor e o “fogo” da alma, sema  meditação racional da verdade espiritual que nos cerca, revelada na Palavra de Deus.

Pela falta de um discipulado eficaz, quase não há conhecimento suficiente para se invocar a Deus, de maneira plena e nem insistência em certeza de fé, fazendo quase inexistir a súplica, que agrada a Deus. O imediatismo, o oportunismo, o mercantilismo, o movimento de confissão positiva que quer determinar, mas não quer suplicar, têm contaminado muitas igrejas.

Muitos pensam na oração como meio mais rápido de se obter o que se quer, desprezando a comunhão com Deus. Há uma mudança de valores, onde se ora apenas ára alcançar coisas, se obter felicidades imediata e se livrar da dor. Às vezes, são pedidos egoístas e pedidos que não nos farão bem e ainda ficamos chateados com a demora de Deus que muitas vezes ocorre.

Em seu amor i infinita sabedoria, Deus pode dizer não aos nossos pedidos (Rm.9:20) e ainda assim dvemos dizer “bendito seja Deus que não responde orações que não devem ser respondidas”.

18) Motivos que impedem os cristãos de orar

1. Têm amor morno por Deus: (Ap.2:4) Deixaram a disciplina de manter comunhão com Deus. Cristãos cujo corações não permanecem atraídos constantemente por Jesus é prova de falta de intimidade com ELe.

2. Perseveram somente nas suas prioridades: Buscar a Jesus se torna menos importante que outras atividades, como renda, carreira, segurança, prazer e família. Deus deseja nosso tempo de qualidade, sem pressa ou correria, como prioridade.

3. Aprenderam a viver sem oração: Acham que o que Deus requer é ir à igreja, adorar é ouvir pregação, vivendo confortavelmente, até realizando grandes obras, sem contudo, conhecerem a Deus, pela oração.

4. Não crêm que Deus ouça suas preces: Com o tempo, se desencorajam e desistem, achando que não têm fé suficiente ou que não funciona. (Como acusando a Deus por abandoná-los)

Vitórias em Cristo Jesus,

Marcus Queiroz (Líder e Presidente Jorae)


14) Por que orar se Deus nos conhece?

Geralmente oramos quando precisamos de uma bênção, estamos em parto, passando por dificuldades, mas não mantemos comunhão com o Senhor. Isso acontece porque não queremos abrir mão de algumas coisas nas nossas vidas e preferimos “idolatrar vasos”.

Somos ouvidos e devemos ter intimidade com Deus. Ele quer ter diálogo conosco, envolvendo amizade. Ao orarmos com fé, Deus age (SL. 55: 17; Jo. 5: 14-15). Deus quer que mudemos a nós mesmos, pela oração.

15) Motivos para orar a Deus

1. Para que cresçamos em comunhão pessoal com Ele e o conheçamos;

2. Para que aprendamos a depender dEle, humilhando-nos diante dEle;

3. Para que tenhamos o privilégio de sermos seu instrumento para sua obra;

4. Ele é o únicodeus e mediador: (Mc 12: 29; Jo. 17: 3; Rm. 16: 27; 1 Tm. 1: 17; 1 Tm. 6: 15; Hb. 10:12; Jd. 1: 15)

Observação: Não adianta orar pelos mortos porque após a morte segue-se o juízo (Hb. 9: 27)

16) O que toca o coração de Deus numa oração a ele

1. Justiça mediante a fé;

2. Intimidade de um amigo;

3. Adoração – a oração traz resultados (Tg. 5: 16) e Deus revela a solução de nossos problemas (Fl. 4: 19), pois Deus sabe se o que há no nosso coração é importante para nós.

Mais uma breve aula do Discipulado Sem Fronteiras com o apoio do nosso blog Jorae. Lembrando que a fonte destas aulas é baseada nas próprias apostilas do discipulado. Então aproveitem esta ferramenta para obterem um curso totalmente gratuito. Ainda haverão diversas aulas sobre oração e em seguida passaremos para outros temas de extrema importância na vida de um cristão!!

Fiquem todos com Deus,

Marcus Queiroz (Líder e Presidente Jorae)